Mtier Logo

ACORDE PARA A VIDA!

Dizemos para nós mesmos que queremos ser felizes.

Mas qual é o nosso modelo de felicidade? Temos um que seja claro, específico e bem definido? Não, geralmente não temos. Aí é que está todo o cerne da questão. O nosso modelo de felicidade é inatingível. É uma miragem.

Esse modelo não fomos nós que criamos intencionalmente. É, como muitos outros, um padrão instalado em nosso mindset, independente de sabermos disso ou não, de termos dado permissão ou não. 

Por que é inatingível?

Eis o modelo de pseudo-felicidade que temos:

Saúde perfeita e estável; vivenciar apenas emoções boas; ter uma mente quieta e em paz; um coração feliz e saltitante; filhos e/ou pais gozando de uma realidade excelente, de preferência como a nossa, e que nos amem incondicionalmente; uma conta bancária com dinheiro suficiente para fazermos tudo o que quisermos e quando quisermos; um status respeitável e intocável; amigos verdadeiros, gentis e afetuosos; ter um relacionamento romântico como nos contos de fada; esposa ou esposo lindos, amorosos, honestos e comprometidos, genuinamente, com o relacionamento; fazer apenas o que gostamos e temos prazer em fazer; etc.

Enfim,  tudo é perfeito e estável. E, quando alcançarmos essa realidade perfeita, seremos felizes! E mais: que essa realidade dure para sempre, que seja inalterável para que a nossa felicidade não seja interrompida.

Percebe porque esse é o modelo de uma pseudo-felicidade? Porque o efeito é o inverso. Não há estabilidade. Não há perfeição. Sempre que insistimos em correr atrás disso, somos infelizes.

Esse paradigma de felicidade é uma miragem, pelo menos para os mortais.

Essas ideias equivocadas nos impelem a passar a vida tentando entrar nesse padrão estereotipado e falso de felicidade.

Essa é a fórmula para o estresse, a angústia e a ansiedade

Claro, você deve estar pensando: “Eu não penso assim. Eu sei que esse modelo de felicidade é inalcançável”.

Concordo com você. Eu também não penso assim e eu também sei que esse é o cenário de uma miragem.

No entanto, a nossa mente consciente é que racionaliza e não a nossa mente inconsciente e emocional. Nossas crenças estão submersas na inconsciência. Nós corremos atrás dessa miragem sempre que estamos no piloto automático. Isso quer dizer que, sem querer, quando vemos, lá estamos nós trabalhando em um emprego que não gostamos, em um relacionamento que não nos agrega, fazendo dívidas para comprar o carro do ano, enfim, tentando entrar nesse modelo para nos sentirmos aceitos, por nós mesmos e pelos outros.

Resultado: muitas vezes gastamos a nossa energia vital ficando chateados, cansados, com a auto-estima baixa e a auto-confiança diminuída porque não conseguimos ter algum ou vários desses itens na vida.

A chave para sair desse labirinto mental

Como sair, então, desse modus vivendi?

Estabelecer para si mesmo o SEU modelo de felicidade e lutar por ele, mesmo que isso represente ir contra os paradigmas vigentes.

Enquanto não fazemos isso, somos guiados por um modelo mental coletivo e prefixado. Esses modelos são artificialmente fabricados por indústrias que visam o lucro pelo lucro. Por isso mesmo contrariam a natureza das coisas. Estabilidade, naturalmente, não existe.

Esse modelo nos mantêm muito ocupados numa vida de correria e ansiedade. Tanto é assim, que não nos sobra tempo para pensarmos sobre coisa alguma, nem para descobrirmos o que é felicidade para cada um de nós, individualmente.

Perceba o valor dessas reflexões para a sua vida porque elas podem significar a saída desse emaranhado de crenças fictícias que só servem para embaralhar a sua mente e fazê-la adormecer, propositadamente.

Acorde para a vida!

Por tudo isso e em nome da sua real felicidade, entre em ação agora!

Dê um basta para a sua conformidade com modelos enlatados, com o comum, o medíocre, o mesmo de sempre. Pare de anular a si mesmo tentando se encaixar em um modelo que não é o seu.

Seja diferente sendo você mesmo.

Por
Márcia Tiergarten

Alguns de nossos artigos

VOCÊ ESTÁ CANSADO DE TANTA TEORIA?

QUEM É VOCÊ?

7 LIÇÕES PARA CRIAR E MANTER UM MINDSET PODEROSO

Ver mais

Quer mais conteúdo? Se inscreva para receber em seu e-mail

"Nossa vida é o subproduto de um contexto histórico-cultural. E o contexto atual é permeado pela lógica do lucro que maquia a realidade para que não possamos vê-la, facilmente."

SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS, PARA MAIS CONTEÚDOS DE QUALIDADE!

/marciatiergarten @mtiergarten /marciatiergarten